domingo, 30 de setembro de 2012

Receita Tricolor.


Quando era disputado no formato onde havia semi-finais e final, não existia uma fórmula de sucesso para ser campeão do Campeonato Brasileiro. Já nos pontos corridos é bastante previsível, mas não basta ter uma receita, afinal todos que o disputam tem em mente manter a tal regularidade para conquistar o caneco. É necessário uma série de coisas para dar corpo a um planejamento feito antes mesmo da competição começar.

É necessário que haja o comprometimento, um grupo compacto, o homem gol, um goleiro que passe confiança para o time,  a confiança da diretoria em um trabalho a longo prazo, entre outros aspectos importantes. Espere um pouco, mas este não é o Fluminense? Ainda que não seja, o tricolor se encaixa perfeitamente nos quesitos que foram citados. A campanha do time das Laranjeiras faz jus ao topo da tabela, que tem sido o seu lugar. Fred, o homem gol. Cavalieri, um dos melhores goleiros(se não o melhor) do campeonato. Para ser campeão não basta ganhar dos times "pequenos". Tem que ganhar os jogos difíceis, tem que ganhar clássico. E quem disse que time campeão não tem seus jogos abaixo da média? Sim, tem. Mas o time campeão também precisa dar sorte e conseguir vencer sem merecer afinal, no futebol, nem sempre aquele que joga melhor vence. E não é que eu continuo falando do Fluminense sem ao menos mencioná-lo? Quem tem acompanhado o brasileirão sabe do que estou falando. Tem que vencer os clássicos, como o Flu venceu jogos contra Vasco e Flamengo por exemplo. É preciso ganhar jogos difíceis, podemos citar a vitória sobre o Inter lá em Porto Alegre. Faz-se necessário que vença mesmo quando joga mal, como venceu o Náutico recentemente. Para ser campeão, em uma temporada tão desgastante, precisa-se de um time onde haja mais do que jogadores, tem que ter guerreiros. Um time de guerreiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário