terça-feira, 6 de novembro de 2012

Isto não é favela, Adriano.


"Eu sempre fui assim mesmo, Firmeza total e pureza no coração, Eu sempre fui assim mesmo, Parceiro fiel que não deixa na mão" - Meu nome é favela, Arlindo Cruz. Notou a diferença, Adriano?  Vir aqui para falar de tudo o que tem acontecido em torno dele seria um baita clichê. Não é novidade pra ninguém.



 O Flamengo tomou a atitude que já deveria ter tomado. Zinho anunciou que o "imperador" não é mais jogador do clube e isto foi dito pelo próprio jogador (que anunciou suas próprias férias antecipadas prevendo retorno só em 2013). O jogador que era considerado a nova geração da seleção brasileira após ser destaque na Copa América e brilhar na Inter de Milão, hoje se afunda nas próprias atitudes e palavras. Já foi falado aqui no blog sobre a conduta indevida de certos jogadores. Pobre Zinho, ele tentou, e como tentou. O que chamou a atenção no caso recente de Adriano foi a tremenda ousadia por parte do jogador. Tentou ser malandro, anunciou sua saída como se estivesse tomando uma atitude para o próprio bem, ameaçando o clube carioca de ficar sem seus "serviços". Quem ganha é o Flamengo que se livra de um "peso". Antes disso, fora de si, em plena noite declarou: "Eu sou favela mesmo por...". Deixe disso Adriano, francamente. Não difame quem nada fez para merecer esta humilhação. Deixe em paz a favela.

Um comentário:

  1. Adriano é a cara do Flamengo.
    Não,nem entro na zoação preconceituosa que outrem tem para com o Flamengo,quando chamam de time de "Favelado".O Adriano é a cara do Flamengo no sentido de Modos de agir.É a cara dessa diretoria que não tem organização e maturidade para resolver os problemas.A cara de uma presidente que não assume por completo os seus atos.Pois, na hora de contratar, bate no peito falando "EU CONTRATEI", mas na hora de demitir passa a bola pra outro!O problema de Adriano não é Alcool, pois o que mais tem por ai é jogador alcoolatra.O problema de adriano não é noitada, pois é so ver Romario e Renato Gaucho.Pior, romário nao treinava também.E foi o que foi!O problema de Adriano não é a favela e nem as companhias.O Problema de Adriano não é ele.Ele não quer.Sabe aquela criança que não adianta a mãe passar a mao na cabeca, nao adianta os pais obrigarem que ele nao vai querer?Então.ELE NÃO QUER!Acho que o maior culpado de tudo são todos, menos o próprio Adriano.Todos queriam, menos ele. Todos chamavam, mas ele nao queria vir.Todos idealizavam,mas ele não queria SER.Essa pressão tem culpados: Incompetencia de um time que nao viu que um jogador nao queria mais jogar bola; sensacionalismo da imprensa que não tem o que falar, fala qq coisa dele; e burrice do povo que realmente acreditou que ele poderia voltar.
    Acho que a melhor forma de ajudar alguem é deixar quieto. Deixa de lado. Fica atento, mas não em cima.
    Abraços!

    ResponderExcluir