quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Que venha o 1001


Na milésima partida da seleção brasileira, nada para comemorar. Vontade demais, qualidade de menos. Com desempenho muito aquém do que se espera de quem veste a amarelinha, o time brasileiro conseguiu um modesto empate com a boa seleção da Colômbia no MetLife Stadium.


O que esperar de uma seleção que, com um lateral de ofício no banco de reservas, improvisa um zagueiro na posição? Ou uma seleção que deixa Lucas, sem nenhum embasamento convincente, no banco? É, no mínimo, triste ver nossa seleção a mercê de Leandro Castán, quando já tivemos Nilton Santos, Junior, Roberto Carlos. Quem tem orgulho de pertencer a pátria que apresentou Pelé ao mundo, hoje aposta todas as suas fichas em Neymar. Perdeu um pênalti sim! Mas o que seria de nós sem ele? Pra quem criticou Fellype Gabriel em uma seleção totalmente nacional, o que dizer de Thiago Neves na principal? Falcão, o Garcia, quase não apareceu, bom para nós. Desta vez não deu. Próxima partida é contra os "hermanos" na Bombonera. Que venham Durval, Thiago Neves (de novo) e Cia. Que venha o jogo 1001.

Nenhum comentário:

Postar um comentário