sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Até no paraíso

Hoje o assunto fugirá da temática principal do blog, por um fato bem polêmico que ocorreu recentemente. 


Nelson Piquet e Ayrton Senna. Sem dúvida, um dos duelos marcantes da história da Fórmula 1. Mais ou menos entre 1984 e 1991, protagonizaram uma rivalidade brasileira dentro e fora das pistas. Esta semana, o assunto envolvendo esta disputa voltou a tona de forma um tanto quanto debochada e desrespeitosa.

No programa "Linha de Chegada", do SPORTV, Piquet contou um fato que aconteceu em sua vida. Certa vez um repórter o perguntou: "Seja honesto, quem foi melhor? Você ou Senna?", e ele respondeu: "Eu estou vivo", colocando a mão no próprio corpo e arrancando risos no estúdio. A história de Nelson Piquet é repleta de polêmicas e "brincadeiras" com os rivais, como Nigel Mansell por exemplo. O fato é que, em pleno ano de 2013, 19 anos depois do acidente fatal de Ayrton Senna, isso mostra o quanto Piquet, parece, ainda incomodar-se com o fato de ter andado consideravelmente atrás do principal ídolo automobilístico brasileiro. Brincadeiras a parte, foi um comentário infeliz, e de extremo mal gosto. Desnecessário, dado o fato de que não eram inimigos, e poderiam manter a rivalidade de forma sadia. Não importa. Vivo ou morto, a figura de Senna continua presente. Ele foi e ainda é considerado o maior piloto da história de nosso país. Já que gosta de polêmica, Piquet, há uma especial para você.  Até no céu, Senna chegou primeiro. Está te esperando no pódio do paraíso.

6 comentários:

  1. Concordo... Comentário maldoso, desrespeitoso e insolente. Embora não fossem amigos, inimigos também não eram, pelo menos não sabemos de algum fato que gerasse alguma inimizade. Mas quero me prender em um fato específico. Ele disse que pelo menos ainda está vivo. OK Piquet, você provavelmente não deve entender que existe uma Pessoa, acima de todas, que determina o tempo de cada um. Você se esqueceu no momento desta declaração, do acidente nas 500 milhas de Indianápolis em 1992, que praticamente o fez antecipar a sua aposentadoria para GRANDES competições, foi porque DEUS determinou que ainda não era chegado o seu dia. Assim como Senna, o seu acidente foi gerado também por falha mecânica. Você era extremamente técnico e rápido, além de um excelente acertador de carros. Qualidades que Senna também tinha. Mas existe uma palavra - completo. Senna era completo e você não. Ouso dizer que apesar dos penta campeonatos de Fangio e Schumacher, Senna foi o melhor que conheci. Pelo menos até hoje.
    PS: Para mim tão fantástico quanto Senna, foi Gilles Villeneuve, mesmo não tendo sido campeão mundial na principal categoria do automobilismo.

    ResponderExcluir
  2. tambem acho que o PIQUET ta certo quem morreu foi o IDIOTA do SENNA . cara chato achava que era melhor que os outros e se F??? se não fosse a midia fazer o nome dele ninguem saberia que foi esse tal de SENNA ... tirarão ate a musica que era do PIQUET para colocar no SENNA falta de respeito com o grande camepão da formula 1 .. o cara morreu tentando mostrar que a pista era perigosa se esborrachou na curva ..FOI TARDE esse tal de SENNA ..

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo post...e pela sua resposta. Faço das suas palavras as minhas. Abraço

    ResponderExcluir
  4. Elídio Carlos Vequione da Silva29 de janeiro de 2013 15:15

    Eu nunca acordei de madrugada para assistir a uma corrida do Piquet, mas fiz isso diversas vezes para ver o Airton Senna, pois esse sim dava gosto de você parar na frente da TV e assistir. Além do ser humano incrível que ele foi, humilde, bom e respeitoso, era um profissional fora do comum, muito, mas muito superior ao Piquet, em tudo. Talves por isso o Piquet é tão amargo, infeliz, arrogante e frustrado, por saber que o Senna era infinitamente superior a ele, em tudo.

    ResponderExcluir
  5. Cara, o Piquet sempre foi o moleque e o Senna sempre foi o bobão. Respeitem a genialidade e os defeitos de cada um.

    ResponderExcluir
  6. Nelson Piquet realmente é o cara! Sempre foi leve e solto, muito solto. Está de parabéns o Nelson, principalmente por estar vivo. O cara é verdadeiro e bem homurado, ao contrário do otário que foi Sena.

    ResponderExcluir