quinta-feira, 11 de julho de 2013

O Maraca é nosso?


Para o carioca apaixonado por futebol, nos últimos dias foi anunciado um fato que chocou, isso mesmo, chocou os frequentadores do Maracanã. Após reformado, o sentimento é de destruição, mas desta vez estão "demolindo" a tradição.

Ao longo dos anos, aos poucos, o estádio foi sofrendo alterações. Ano após ano, iniciativas era empurradas goela a baixo dos torcedores, embasadas no argumento de que tudo é para a melhoria e desenvolvimento no "espetáculo".

 Talvez o problema seja esse. Quando? Quando o futebol deixou de ser um esporte para virar espetáculo? Aliás, quem transformou o esporte em uma espécie de teatro? Bom, não vem ao caso.

 A verdade é que temporada após temporada tornou-se rotina exclamar coisas do tipo "Ah, que saudade do velho Maraca", "Onde foi parar a geral? Aquilo que era torcer".

Entretanto, a expressão mais conhecida entre os cariocas amantes do esporte, parece estar sendo extinta. "O Maraca é nosso!!". Não é mais, ao menos pro enquanto.

Impossível ser "nosso" quando proíbem, os bandeirões, as baterias. Mais absurdo que isso é impedir pessoas de torcerem de pé.

Estão sim querendo tirar o estádio do povão. Copa do Mundo no  Brasil está aí... para os gringos.

Francamente, a classe média-baixa do país dificilmente terá acesso ao evento. Lamentável.

Quebrando o protocolo deste site, pela primeira vez o texto publicado aqui é um desabafo. Por sinal foi motivado pela paródia a seguir, que não é minha, mas fala tudo o que quero dizer:

"Domiiiiingo, não vou ao Maracanã
pra torcer pro time que sou fã.
Não pode foguete nem bandeira,
eles tão de brincadeira,
acabou a tradição.

Só sobrou cadeira numerada,
que chamam de arquibancada
mas é pura enganação.

E se seu time botar pra ferver,
vê se não tira a camisa, eles podem te prender.
E se seu time botar pra ferver,
vê se não tira a camisa, eles podem te prender.

(ôôô)
Ô, ô, ô, ô, ô, ô, ô, ô, ô, ô, ô, ô CABÔ!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário